Como é que a matéria é constituída?


A matéria (substâncias) é constituída por partículas muito pequenas (corpúsculos), chamadas átomos, moléculas e iões.
Estas partículas não são visíveis, mas podem ser detectadas com um microscópio de efeito de túnel.
A teoria que explica a constituição da matéria chama-se teoria corpuscular da matéria.

O tamanho dos átomos é cerca de 0,0000000001 m = 10 EXP -10 m = 0,1 nm (nanómetro: 1 nm = 10 EXP -9 m).
Os átomos são constituídos por electrões, protões e neutrões.

Os protões têm carga eléctrica positiva e encontram-se no núcleo do átomo (centro do átomo).

Os neutrões não têm carga eléctrica (são neutros) e encontram-se no núcleo do átomo.

Os electrões têm carga eléctrica negativa e encontram-se à volta do núcleo do átomo.
Os electrões podem entrar ou sair do átomo e podem estar fora do átomo (electrões livres).

As moléculas são constituídas por átomos ligados entre si através de ligações químicas.
As moléculas que são constituídas por átomos iguais chamam-se elementares.
As moléculas que são constituídas por átomos diferentes chamam-se compostas.

As moléculas e os átomos não têm carga eléctrica (são neutros), porque o número de electrões é igual ao número de protões.

Os iões são átomos que receberam ou perderam electrões, ficando com carga eléctrica.
Os iões podem ser negativos: são átomos que recebem electrões e ficam com carga eléctrica negativa, porque têm mais electrões do que protões.
Os iões podem ser positivos: são átomos que perdem electrões e ficam com carga eléctrica positiva, porque têm mais protões do que electrões.


Saber +


Wikipédia: Átomo
Wikipédia: Molécula
Projecto Faraday: Microscópio de Efeito de Túnel